Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

16/02/2016 às 13:24

Supremo Tribunal israelense rejeita transferência de repórter para hospital palestino

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

O Supremo Tribunal de Israel rejeitou a possibilidade de transferir o jornalista palestino Mohammed al Qiq, detido em Israel sem acusação e em greve de fome há mais de 70 dias, para um hospital na Cisjordânia.
 
Segundo o portal La Informacion, al Qiq está no hospital HaEmek, em Afula (Israel) e pediu transferência para a unidade Ramallah (Palestina). O pedido, feito na semana passada, foi negado pelas autoridades.
 
O Shin Bet, serviço de inteligência interior israelense, acredita que o jornalista é integrante do Hamas, movimento islamita palestino que controla a Faixa de Gaza. O grupo é considerado "terrorista" por Israel, Estados Unidos e União Europeia.
 
O repórter está em prisão administrativa, regime que permite a detenção sem acusação ou julgamento. Um tribunal local suspendeu a detenção, mas determinou que ele permanecesse no hospital. Al Qiq perdeu grande parte de sua visão, habilidades auditivas e mal consegue falar.