Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

04/11/2015 às 16:15

Talebã reivindica assassinato de jornalista paquistanês

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Jornalista foi morto por denunciar o Talebã

O Talebã reivindicou nesta quarta-feira (4/11) a responsabilidade pelo assassinato do jornalista paquistanês Zaman Mehsud, na região tribal do país.
 
De acordo com a Reuters, o profissional  trabalhava para o jornal Daily Ummat e foi presidente e secretário-geral da União Tribal de Jornalistas e coordenador distrital da Comissão de Direitos Humanos do Paquistão em Khyber Pahktunkhwa.
 
Mehsud, 38 anos, foi baleado cinco vezes enquanto andava de moto. Horas mais tarde , o comandante do Talibã, Qari Saif Ullah Saif, revelou à Reuters: "Nós o matamos porque ele estava escrevendo contra nós ... nós temos alguns outros jornalistas na nossa lista de ocorrências na região. Em breve iremos atirar neles".
 
Zaman Mehsud é o 71o. jornalista morto no Paquistão desde 2002. O assassinato dele foi condenado pelo Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Bob Dietz, coordenador da entidade na Ásia, disse que a morte do jornalista "merece toda a atenção de autoridades de investigação. O Paquistão pode dar ao luxo de acrescentar à sua história de impunidade para os assassinos, não importa quem reivindica a responsabilidade. "