Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

30/01/2014 às 05:01

Tecnoporto: festa dos Nerds

Escrito por: Redação
Fonte: Correio da Bahia

Começou na segunda e vai até domingo a Campus Party de São Paulo. O evento acontece pela sétima vez e tem a previsão de levar ao centro de convenções do Anhembi mais de 8 mil pessoas por dia. Lá vai ser possível assistir a palestras e discussões sobre tecnologia e usar a conexão de 40 Gigabits por segundo disponível para quem quiser. Os frequentadores do evento são chamados de campuseiros, nome de origem espanhola - já que foi lá a primeira Campus Party. Muitos deles estão inscritos para ficar 24 horas por dia no evento, dormindo em barracas em uma área reservada dentro da feira.

'Party' baiana
A Bahia é o quarto maior estado em número de participantes, ficando atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Nas primeiras edições, o que a maioria dos frequentadores procurava era baixar filmes e músicas, mas esse perfil tem mudado. Hoje, o download continua grande no primeiro dia mas cai nos demais, onde o que se vê é muito upload, ou seja, envio de informações. Segundo Jaques Chicourel, gerente de inovação da Telefonica, que é a responsável pelo link de internet do evento, essa mudança se deve em um primeiro momento aos jogos on-line mas o que tem ficado claro é que, além disso, uma busca crescente por parte dos campuseiros, no sentido de se tornar desenvolvedores de soluções no mundo da informática, tem aumentado os uploads devido aos testes do que vai sendo criado. A própria empresa está incentivando, através de prêmios durante a feira, a criação de aplicativos para a internet das coisas, aquela onde tudo, de carros e geladeiras até objetos como tênis e peças de roupa, estará conectado à rede. O Brasil tem um segundo evento, menor, mas nem por isso menos desejado, a Campus Party de Recife, ainda sem data definida para este ano, mas que deve ficar para depois da Copa. Por enquanto, um evento desses aqui na Bahia ainda é um sonho distante mas, a julgar pela presença dos baianos, tanto em São Paulo quanto em Recife, já passou da hora dos organizadores pensarem em prestigiar a capital baiana. Fica a sugestão.

Urna insegura
A segurança nas urnas eletrônicas do Brasil vem sendo alvo de muitas críticas. A última veio de um suposto hacker que denunciou em um evento, promovido no auditório da Sociedade de Engenheiros e Arquitetos do Rio de Janeiro, em dezembro passado, que teria invadido o sistema e alterado votos na última eleição municipal de algumas regiões do interior do Rio. O TSE rebate as acusações sobre o equipamento produzido por uma empresa americana e sinaliza com modernizações que aumentariam a segurança, como, por exemplo, a biometria - leitura de impressões digitais. Sistemas eletrônicos de votação foram abandonados na Holanda e na Alemanha, que voltaram ao uso das cédulas de papel, alegando serem essas mais seguras. A Argentina desenvolveu um sistema híbrido, que após a votação emite também um voto em uma cédula especial que usa um chip de autenticação e um outro impresso. Ambos os votos, após a conferência do eleitor, são colocados em urnas convencionais que ficam guardadas para o caso de ser preciso tirar alguma dúvida após o pleito. A falta de uma forma de conferir novamente os votos, como a testada na Argentina nas últimas eleições municipais, é a maior crítica ao sistema brasileiro que, por esse motivo, deixou de ser usado no Paraguai em 2008. Talvez seja a hora de remodelar o nosso sistema em tempos em que a segurança de dados eletrônicos vem sendo tão
questionada.  

Dica da semana
Para o iPhone, a dica é o aplicativo 'music dl'. Ele permite que você acesse sites de músicas em mp3 e possa baixá-las para o smartphone. Depois de colocadas no telefone é possível, inclusive, transferi-las para a sua biblioteca do iTunes, mas é preciso conectar o aparelho ao computador. No android, um aplicativo semelhante é o 'Music Maniac'. Se você gosta de videos também existem bons aplicativos para baixá-los para seu telefone ou tablet. Para iPhone, o 'Vbaixar' é uma boa pedida. Se você usa Android, um aplicativo bastante usado é o 'V downloader'. Vale a pena conferir, já que todos são gratuitos.