Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

22/11/2010 às 14:16

TV Digital: Brasil dá passo decisivo para conquistar a África

Escrito por: Ana Paula Lobo
Fonte: Convergência Digital

No dia 23 de novembro, o Brasil saberá se o SBTVD superou o DVB no continente africano e conseguiu o endosso dos 15 países que formam a África Astral - Moçambique, África do Sul, Tanzânia, entre outros. Equipe do governo - além de reforçar as características técnicas distintas entre os padrões, planeja usufruir do fator econômico - a Colômbia sinalizou deixar o DVB e migrar para o SBTVD em função da ausência de recursos da Comunidade Europeia.

"O SBTVD é melhor tecnicamente do que o DVB porque o ISDB-T tem mobilidade, tem interatividade, e o DVB-T, que seria uma segunda versão, não tem todas as funcionalidades prometidas. E, agora, temos também um componente político importante: o não-cumprimento das promessas feitas para a Colômbia. Isso poderá pesar bem a nosso favor", salienta o Assessor Chefe da Casa Civil, André Barbosa, que estará nas reuniões dos dias 22 e 23 de novembro - 22, com a área técnica, e 23 - decisiva - dos ministros das Comunicações dos países da África Austral.

"Já temos um aval de Moçambique e da África do Sul e isso pode pesar a nosso favor, mas é uma disputa bastante dura. Há promessas à mesa, que sabemos não serão respeitadas num médio prazo. Vamos ter que batalhar muito para rever a posição deles. O fator Colômbia, sem dúvida, veio numa boa hora para mostrar que Brasil/Japão cumprem seus acordos - estimular desenvolvimento local e gerar receitas com o SBTVD", acrescenta André Barbosa.

Mas se a posição da África Astral não for a esperada pelo governo brasileiro, um plano B será traçado. Segundo o assessor da Casa Civil, o ideal é conseguir o endosso de todos para se estruturar políticas equivalentes, mas caso isso não aconteça, será repetida a ação feita na América Latina - ir de país em país para negociar apoio ao SBTVD.

Neste caso, recursos econômicos do BNDES e fomento à indústria local serão postas à mesa, como ocorreu com países como Argentina e Equador e, neste momento, está sendo negociado com o Uruguai, para quem o Brasil ofereceu US$ 60 milhões para a troca do DVB pelo SBTVD.

Compõem a África Astral - África do Sul, Angola, Botsuana, Congo, Lesoto, Madagáscar, Malawi, Maurício, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Tanzânia, Zâmbia e Zimbábue.