Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

07/07/2017 às 20:07

Uso de robôs triplica, puxado pelo consumo doméstico

Escrito por: Redação
Fonte: Convergência Digital

O mercado global de robótica está crescendo mais rápido que o esperado e deve alcançar US$ 87 bilhões até 2025, de acordo com as projeções do Boston Consulting Group (BCG). Há três anos, o BCG previa US$ 67 bilhões, mas revisou os cálculos por conta do alto crescimento da demanda de consumidores finais. Em sua nova pesquisa Gaining Robotics Advantage, a consultoria projeta um crescimento adicional de US$ 14 bilhões, alcançando US$ 23 bilhões apenas no setor de consumo, uma evolução de 156%.
 
“Muito do crescimento acelerado virá do mercado consumidor por causa de aplicativos como veículos autônomos e dispositivos para casa. O crescimento projetado no setor comercial explica o restante do ajuste - um aumento de 34% para 22,8 bilhões”, diz o relatório. 
 
Apenas entre 2014 e 2015 o investimento privado em robótica triplicou. Em 2016, o setor passou por uma mudança em serviços focados no consumidor, com um grande aumento de companhias focadas neste público. Há robôs para aspirar e esfregar pisos, limpar calhas, ajudar crianças, fornecer vigilância e segurança doméstica e atuar como acompanhantes e auxiliares de saúde.
 
Desde 2012, 40% das novas empresas de robótica emergiram no setor de consumo, superando o crescimento nos setores militar, comercial e industrial. O setor militar representou 26% das novas empresas de robótica, o setor comercial 24% e o setor industrial apenas 10%, de acordo com a análise do BCG.
 
 “À medida que as pessoas se tornam mais receptivas aos robôs em suas vidas - abraçando tudo, desde aspiradores de pó de robôs a trabalhadores remotos no escritório - elas começam a exigir mais desses produtos. Isso atrairá mais capital de investimento e impulsará novos avanços nas capacidades de robótica”, diz um dos coautores do relatório, Alison Sander.