Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

08/05/2014 às 13:41

Versão da hora

Escrito por: Redação
Fonte: Coletiva.net

Os maiores faturamentos da Comunicação Corporativa brasileira

Lançada nesta quarta-feira, 7, em São Paulo, a edição 2014 do Anuário Brasileiro da Comunicação Corporativa lista os maiores faturamentos do setor. A liderança ficou com a FSB Comunicações, presente no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte. Com uma receita bruta de R$ 164,3 milhões em 2013, a empresa teve um crescimento ligeiramente superior a 13% sobre o período anterior, quando faturou R$ 145 milhões. Desse modo, ultrapassou o Grupo TV1, que figura no ranking de forma diferenciada por ter parte significativa de sua receita advinda de áreas não típicas de relações públicas.

O faturamento do Grupo TV1 em 2013 foi de R$ 142,9 milhões, cerca de 7% inferior ao de 2012, quando sua receita atingiu pouco mais de R$ 153 milhões. Na sequência, aparecem CDN, com R$ 84 milhões, em segundo lugar; In Press Porter Novelli, com R$ 80,7 milhões, em terceiro; e Grupo Máquina PR, com R$ 64,3 milhões, em quarto.

O Grupo Attitude - criado a partir de fusão da Attitude Global (MZ e MVL), Grupo Maxpress/Boxnet/Todo Ouvidos, LVBA e Cristina Panella Pesquisa e Planejamento - obteve um faturamento da ordem de R$ 85 milhões. Do mesmo modo que a TV1, está num posicionamento diferenciado, pois o faturamento ainda é fruto de atuações individuais, e as atividades e receitas do grupo, em suas várias divisões, vão muito além daquelas típicas de relações públicas, o foco principal do ranking.

O ranking foi estruturado a partir do faturamento, quando informado, e por número de colaboradores das 225 agências que responderam à Pesquisa Mega Brasil. 

Leia também em Coletiva.net:

Mercado de agências de comunicação está estagnado