Receba no seu e-mail

Voltar

E-Fórum / Notícias

07/07/2015 às 17:16

Conselho mobiliza assistentes sociais por Lei da Mídia Democrática

Escrito por: Redação/Foto: Diogo Adjuto/CFESS

Entidade coletou cerca de 800 assinaturas durante o 43º Encontro Nacional. Ao todo, são necessárias 1,4 milhão de assinaturas para pautar o debate no Congresso Nacional

O Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), uma das entidades que compõem o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), recolheu cerca de 800 assinaturas de apoio ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Comunicação Social Eletrônica (Lei da Mídia Democrática) durante seu 43º Encontro Nacional CFESS-CRESS. O esforço do CFESS fortalece a campanha Para Expressar a Liberdade, lançada em 2014, cuja meta é coletar 1,4 milhão de assinaturas para poder protocolar a proposta de lei na Câmara dos Deputados.
 
Daniela Neves, conselheira coordenadora da Comissão de Comunicação do CFESS, explica que as assinaturas concretizam a deliberação do eixo da comunicação, que integra a agenda permanente da autarquia, pelos delegados do 43º Encontro Nacional da categoria. O eixo estabelece que o CFESS deve garantir a participação da categoria nas ações do movimento social em defesa do direito à comunicação.
 
Rosane Bertotti, coordenadora-geral do Fórum, comemora a participação dos assistentes sociais nos esforços desenvolvidos pela entidade para inserir o debate sobre a democratização do setor de comunicação na agenda pública do país. “A proposta de lei popular da mídia democrática sintetiza todas as discussões e lutas pelo direito à comunicação no Brasil nos últimos vinte anos. Ela é estratégica para ampliar essa discussão que os meios de comunicação hegemônicos invisibilizam e distorcem, por isso o apoio de todos os movimentos que lutam por direitos humanos e pelo fortalecimento da democracia é indispensável para que ela possa chegar ao Congresso Nacional e ampliar a nossa voz”, afirma Rosane.
 
Internet – Pedro Vilela lembra que qualquer entidade ou pessoa física pode coletar assinaturas, basta acessar o site da campanha Para Expressar a Liberdade (www.paraexpressaraliberdade.org.br) e baixar o modelo de formulário definido no Regimento Interno da Câmara dos Deputados, além de outros materiais de divulgação e informação. No site, também é possível apoiar a campanha por meio de formulário digital.