Receba no seu e-mail

Voltar

E-Fórum / Notícias

31/03/2014 às 11:32

Pré-Fórum Brasil de Comunicação Pública debate digitalização no rádio e na TV

Escrito por: GT Fórum de Comunicação Pública

Este é o primeiro de três que serão realizados antes do Fórum Brasil de Comunicação Pública 2014, que acontece nos dias 12,13 e 14 de novembro deste ano.

 

Reunião do Grupo de Trabalho do Fórum de Comunicação Pública

A digitalização da comunicação será o tema do I Pré-Fórum Brasil de Comunicação Pública, que acontece no próximo dia 15 de abril no Interlegis, em Brasília. Este será o primeiro de três eventos preparatórios ao Fórum Brasil de Comunicação Pública 2014, agendado para novembro deste ano, que tem como objetivo principal discutir os desafios da comunicação pública e da garantia deste direito no Brasil, contribuindo para o fortalecimento dos atores do setor.

O I Pré-Fórum começa às 9h com uma mesa de abertura com o tema “Comunicação no Campo Público: o direito a reserva de espectro”. Para a mesa, foram convidados, além de organizações da sociedade civil e representantes do setor, o Ministério das Comunicações, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados, a Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Os trabalhos serão coordenados pela deputada federal Luiza Erundina (PSB/SP), presidente da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação com Participação Popular (Frentecom), uma das organizadoras do Fórum.

À tarde, o evento continua com dois debates. Às 14h, “A Digitalização do Rádio”, com participação do Ministério das Comunicações, da Anatel, da Associação de Rádios Públicas (ARPUB) e da Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC). A partir das 16h, a mesa “A Digitalização da TV” também contará com a participação do Ministério das Comunicações e da Anatel, do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindTelebrasil), da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET) e da Associação Brasileira de Emissões Públicas, Educativas e Culturais (ABEPEC).

O Fórum Brasil de Comunicação Pública 2014 acontecerá em quatro etapas, sendo três pré-fóruns (abril, junho e agosto) e uma etapa nacional, em novembro. Compõem a comissão organizadora do Fórum, além da Frentecom, as seguintes entidades: Associação Brasileira de Comunicação Comunitária (ABCCOM), Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (ABRAÇO), Associação Brasileira de Televisões e Rádios Legislativas (ASTRAL), Associação Brasileira de Tevês Universitárias (ABTU), Associação de Rádios Públicas (ARPUB), Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC), Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão e Itararé, Conselho Curador da EBC, Conselho Federal de Psicologia (CFP), Frente Nacional pela Valorização das Tevês do Campo Público (FRENAVATEC), Federação Nacional dos Trabalhadores de Rádio e TV (FITERT), Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), Intervozes, Movimento Nacional de Rádios Comunitárias (MNRC), Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores (RENAJOC) e Viração Educomunicação.

SERVIÇO:

I Pré-Fórum Brasil de Comunicação Pública 2014

15 de abril de 2014 - Local: Interlegis (Av. N2, Anexo E do Senado Federal)

Horário: das 9h às 12h das 14h às 18h - Entrada gratuita

Contatos: (61) 3215-5620/ (61) 3224 8038 (gabinete da Deputada Federal Luiza Erundina)

Entrada gratuita

PROGRAMAÇÃO:

Manhã

9h – Abertura - O futuro das emissoras do campo público: o direito à reserva de espectro

  • Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações)
  • Ministério das Comunicações
  • Empresa Brasil de Comunicação S/A (EBC)
  • Conselho Curador da EBC
  • Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara
  • Abccom (Associação Brasileira de Canais Comunitários)
  • Abepec (Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais)
  • Abraço (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária)
  • ABTU (Associação Brasileira da TV Universitária)
  • Amarc (Associação Mundial de Rádios Comunitárias)
  • Arpub (Associação das Rádios Públicas do Brasil)
  • Astral (Associação Brasileiras de Televisões e Rádios Legislativas)
  • Conselho Federal de Psicologia
  • Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas)
  • Fitert (Federação dos Radialistas)
  • FNDC (Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação)
  • Frenavatec (Frente Nacional pela Valorização das TVs Comunitárias)
  • MNRC (Movimento Nacional de Rádios Comunitárias)
  • Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura
  • Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal
  • Sindicato dos Radialistas do Distrito Federal

Coordenação: Deputada Federal Luiza Erundina – presidente da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação com Participação Popular

Tarde

14h - A Digitalização no Rádio

Expositores:

  • Anatel
  • Ministério das Comunicações
  • Arpub (Associação das Rádios Públicas do Brasil)
  • Amarc (Associação Mundial de Rádios Comunitárias)

 

Mediação: Deputado Federal Newton Lima (PT/SP)

16h - A Digitalização na TV

Expositores:

  • Anatel
  • Ministério das Comunicações
  • SindiTelebrasil (Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia)
  • SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão)
  • Abepec (Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais)

 

Mediação: Deputada Federal Luciana Santos (PCdoB/PE)

Comissão Organizadora: Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação com Participação Popular, Associação Brasileira de Comunicação Comunitária (ABCCOM), Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (ABRAÇO), Associação Brasileira de Televisões e Rádios Legislativas (ASTRAL), Associação Brasileira de Tevês Universitárias (ABTU), Associação de Rádios Públicas (ARPUB), Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC), Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão e Itararé, Conselho Curador da EBC, Conselho Federal de Psicologia (CFP), Frente Nacional pela Valorização das Tevês do Campo Público (FRENAVATEC), Federação Nacional dos Trabalhadores de Rádio e TV (FITERT), Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), Intervozes, Movimento Nacional de Rádios Comunitárias (MNRC), Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores (RENAJOC) e Viração Educomunicação.